Saiba como negociar as taxas de cartões de crédito e pagar menos !

As taxas e juros cobrados pelas operadoras de cartão de crédito para estabelecimentos comerciais e empresas interferem diretamente no preço final dos produtos e serviços.

Quem deseja abrir seu próprio negócio deve estar atento a isso, pois, provavelmente, o pagamento por cartão de crédito será o meio de pagamento mais utilizado em seu estabelecimento, seja para produtos ou serviços.

Você sabe quais são as taxas de cartão de crédito pagas pela sua empresa? E, se sim, sabe como negociá-las?

Saberemos tudo no artigo de hoje. Acompanhe!

 

Antes de tudo, conheça as principais taxas de cartão de crédito para empresas

Para quem está abrindo uma empresa, a taxa inicial cobrada gira em torno de 3,6% sobre transações feitas com o cartão de credita à vista. Transações com débito em conta costuma ser de 0,5% a 1% inferior a taxa cobrada no crédito.

Além disso, nas compras parceladas é cobrada uma tarifa crescente, que aumenta de acordo com a quantidade de parcelas.

Porém, nem todas as taxas são cobradas apenas pelas operadoras de cartão de crédito e nem sempre as taxas se aplicam somente em cima das transações feitas no cartão.

Conheça agora quais são as taxas de cartão de crédito cobradas e por quem são cobradas:

Taxas-base

As bandeiras dos cartões de crédito que cobram essas taxas-base e são aplicadas por 100% das operadoras de crédito, ou seja, sendo muito difíceis de negociar.

Taxas fixas

São as taxas cobradas pelos serviços prestados de pagamento pelas operadoras de cartão de crédito. Essas taxas podem ser negociadas antes do ato da contratação destes serviços. São elas:

  • Taxas de transação: um percentual cobrado pela transação financeira ocorrida nas vendas;
  • Taxas fixas: como o aluguel da maquininha, por exemplo;
  • Taxas ocasionais: são taxas que podem ou não serem cobradas, como estornos de chargebacks, por exemplo.

Vale ressaltar que as taxas podem variar de empresa para empresa.

Por isso, antes de contratar uma operadora de crédito/banco, conheça no contrato quais serão as taxas aplicadas e como elas funcionam.

As taxas fixadas estão abertas a negociação, então pode apresentar suas propostas sem medo.

 

Como negociar as taxas de cartão de crédito?

Aqui apresentaremos algumas dicas para você conseguir negociar com as operadoras de cartão de crédito e diminuir o valor cobrado pelas taxas e juros das mesmas.

1.      Tenha pelo menos 3 meses de faturamento com a operadora

Aqui a ideia é não chegar na negociação de mãos vazias. Apresente o quanto você já faturou utilizando o cartão de crédito como meio de pagamento e a expectativa do volume de vendas nos próximos 12 meses.

2.      Estude qual opção de pagamento é mais utilizada pelos seus clientes

Qual opção de pagamento apresenta maior volume em sua empresa: crédito, débito ou parcelado?

Se o percentual do crédito, por exemplo, corresponder a mais de 50% das vendas, a recomendação é tentar negociar uma taxa menor para as compras no crédito.

3.      Crie um relacionamento com a operadora de crédito

Também é muito importante em uma negociação demonstrar que você já tem um vínculo com a operadora de cartão de crédito. Se você já for comprador de outros produtos da operadora, você pode utilizar isso na negociação e facilitar suas chances na diminuição das taxas.

Mas lembre-se de utilizar essa carta na manga como argumento final na negociação.

 

Máquinas de cartão de crédito com as melhores taxas

Saber qual máquina de cartão de crédito tem as taxas de transação mais em conta é um fator primordial na escolha de uma delas.

Escolher a operadora de cartão de crédito com menos taxas é de grande importância na economia financeira da empresa, principalmente para os micro e pequenos empreendedores.

Conheça agora um pouco mais sobre máquinas de cartão de crédito com as menores taxas:

Taxa de débito mais barata: SumUp

Taxa de apenas 1,90% e o saldo é liberado em 1 dia útil.

Taxa de crédito à vista mais barata: Pop Credicard

A taxa é de 3,98% e o saldo é liberado em 2 dias úteis.

Taxa de crédito à vista mais barata para saldo em 30 dias: Mercado Pago

A taxa é de 3,03% e o saldo é liberado em 30 dias + 24hrs de transferência

Taxa de parcelamento mais barata:

Taxa de parcelamento mais barata para saldo antecipado: SumUp

A taxa inicial é de 4,6% e por parcela 1,5%. O saldo é liberado em 1 dia útil.

Taxa de parcelamento mais barata para saldo em 30 dias: Mercado Pago

A taxa inicial é de 3,6% e por parcela há uma tabela fica. A taxa para 12x, por exemplo, é de R$ 16,15%.

Taxa de parcelamento mais barata para saldo a cada 30 dias: SumUp

A taxa é de 3,90% de 2 a 12 parcelas e o saldo é liberado a cada 30 dias.

 

Como economizar com taxas e tarifas bancárias

Além disso, é possível também economizar um bom dinheiro escolhendo um banco com taxas e tarifas menores e melhores condições para cartões de crédito.

Alguns bancos oferecem maquininhas de cartão de crédito com taxa gratuita nos primeiros meses, além de taxas exclusivas para correntistas.

Vamos falar um pouco sobre 3 deles:

Bradesco

Com a conta PJ no Bradesco, você ganha mais praticidade com os depósitos de cheques diretamente pelo app do Bradesco.

Além disso, eles também oferecem uma máquina de cartão com aluguel gratuito do aparelho nos primeiros 6 meses.

Banco do Brasil

O banco conta com um programa diferenciado de pontos que é o “Ponto pra sua Empresa”, que a cada US$ 2 gastos no débito, você ganha 1 ponto.

O banco também oferece crédito e financiamento com as melhores taxas e prazos.

Banco Inter

É possível ter uma conta jurídica digital no Banco Inter, podendo fazer movimentações bancárias sem tarifas.

Além de diversos benefícios como: 100 TEDs totalmente gratuitos por mês e máquina de cartão com taxas exclusivas.

  • Ricardo Campoi

    As melhores taxas são, atualmente, da BMG Granito. Débito a partir de 1,39% e crédito 2,69%. Sem mensalidade.

    • Rodrigo Sartori – Prowings

      Legal Ricardo pela contribuição, como no site deles não tinha essa informação encontramos essas que colocamos no artigo, quem quiser entrar em contato com a BMG Granito fica a dica do Ricardo Campoi. Obrigado por compartilhar